A síndrome de dor miofascial apresenta-se como dor regional e é acompanhada por um aumento da tensão e diminuição da flexibilidade do músculo e fáscia relacionada. É uma condição de dor miogénica caracterizada por áreas locais de hipertonicidade e regiões hipersensíveis no tecido muscular, conhecidos como pontos gatilho ou trigger points.

Várias patologias apresentam características clinicas comuns à síndrome de dor miofascial, como é o caso da nevralgia do trigémio, cefaleias do tipo tensional, dor muscular local, mialgia de mediação central, fibromialgia e odontolgia atípica.

As condições musculares representam o maior subgrupo entre as várias disfunções temporomandibulares, representando entre 31,4% a 88,7% destas, sendo a dor miofascial uma das manifestações clínicas mais frequentes.

Este curso pretende fornecer uma ferramenta sólida na avaliação e tratamento de pontos gatilho miofasciais da região crâneomandibular. Serão abordadas intervenções invasivas, como o dry needling (punção seca/agulhamento seco) e eletropunção como abordagens de tratamento de disfunções músculoesquléticas da região crâneofacial. É um curso teórico-prático baseado em evidência científica e raciocínio clínico diagnóstico e terapêutico. 

Parte deste curso é leccionado conjuntamente a Fisioterapeutas e a Médicos Dentistas/ Estomatologistas. Desse modo, facilita-se a discussão multidisciplinar de casos clínicos. 

No caso de pretender obter informações sobre o curso para Médicos Dentistas, por favor clique aqui.

ROY LA TOUCHE

  • Doutorado e mestre na área de dor pela Universidade Rey Juan Carlos (Madrid). 

  • Fisioterapeuta especialista em dor crâneofacial, disfunções crâneomandibulares e disfunções neuro-músculo-esqueléticas, tendo frequentado inúmeros cursos com especialistas na área, tal como o Prof. Mariano Rocabado.

  • Diretor e investigador do Instituto de Neurociência e Ciências do Movimento (www.incimov.com). do Grupo de Investigação Motion in Brains (www.motioninbrains.com) e do Instituto de Investigação do Hospital Universitário La Paz (IDIPaz). 

  • Diretor do Mestrado em Fisioterapia do Sistema Músculoesquelético da Faculdade de Ciências da Saúde do Centro Universitário La Salle, da Universidade Autónoma de Madrid. 

  • Formador em vários países europeus e América Latina na área de Fisioterapia Manual Ortopédica, dor crâneofacial e disfunções temporomandibulares e dor miofascial e pontos gatilho.

  • Publicou mais de 50 artigos científicos em revistas internacionais especializadas na área da dor, terapia manual, neurociências, dor crâneofacial e disfunção temporomandibular e exercício terapêutico.

  • Membro da Sociedad Española del Dolor.

  • Prática clínica privada na FisioCranioClinic.

ALBA PARIS

  • Médica e Fisioterapeuta especialista em dor orofacial e disfunção crâneomandibular.

  • Mestre em Dor Orofacial e crâneomandibular pela Universidad San Pablo CEU de Madrid.

  • Frequentou inúmeros cursos na área da terapia manual e disfunção temporomandibular com referências na área, como o Prof. Mariano Rocabado.

  • Docente na Faculdade de Ciências da Saúde do Centro Universitário La Salle, da Universidade Autónoma de Madrid.

  • Formadora na área de Fisioterapia Manual Ortopédica, dor crâneofacial e disfunções temporomandibulares e dor miofascial e pontos gatilho..

  • Investigador nos Grupos de Investigação do Hospital Universitário La Paz (IDIPaz) e Motion in Brains.

  • Prática clínica privada na FisioCranioClinic.

O objectivo deste curso é ministrar conhecimentos teóricos e práticos sobre a avaliação e tratamento de pontos gatilho da região crâneomandibular.

No final do curso o formando, terá desenvolvido as seguintes competências:

  • Capacidade de identificação de síndromes de dor miofascial associados a disfunção crâneomandibular.

  • Capacidade específicas para desenhar e implementar um programa de tratamento com técnicas invasivas em utentes com disfunções músculoesqueléticas da esfera crâneofacial.

  • Capacidade de integrar a abordagem aos pontos gatilho na sua pratica profissional, integrado numa equipa multidisciplinar.

Fisiopatologia das disfunções crâneomandibulares e dor crâneofacial de origem músculoesquelética

-  Avaliação e diagnóstico de disfunções crâneomandibulares de origem muscular.

-  Mecanismos de dor muscular.

-  Neurofisiologia da dor.

-  Anatomia e biomecânica da região crâneomandibular.

Bases fundamentais da metodologia de tratamento invasivo

-  Intervenções invadidas (punção seca e eletropunção nas disfunções crâneomandibulares de origem muscular.

-  Revisão da evidência científica atual.

-  Indicações e efeitos clínicos.

-  Precauções e contra-indicações.

Punção seca e eletropunção em disfunções crâneomandibulares de origem muscular

-  Avaliação fisica e manual.

-  Tratamento invasivo por dry needling (punção seca/agulhamento seco) de músculos mastigatórios e crâneofaciais.

-  Protocolos de intervenção.

-  Modalidades terapêuticas.

-  Bases neurofisiológicas.

-  Aplicação clínica da eletropunção na região crâneofacial.

Integração da Terapia por Trigger Points com a Fisioterapia Músculoesquelética

-  Técnicas de Fisioterapia Manual aplicadas como complemento à punção seca.

-  Integração da Terapia por Trigger Points no raciocínio clínico do Fisioterapeuta.

-  Estudos de caso.

08, 09, 10, 15, 16 e 17 de junho de 2018

08 e 15 de junho: 14h - 19h30

09 e 16 de junho: 09h - 18h

10 e 17 de junho: 09h - 13h

Fisioterapeutas

Parte deste curso é leccionado conjuntamente a Fisioterapeutas e a Médicos Dentistas/ Estomatologistas. Desse modo, facilita-se a discussão multidisciplinar de casos clínicos. 

No caso de pretender obter informações sobre o curso para Médicos Dentistas, por favor clique aqui.

24 vagas

Centro de Formação da Formaterapia | Grande Porto

Rua Almeida Garrett, 271

4480-271 Vila do Conde

510€ (inclui manual do curso, certificado DGERT e 8 coffee breaks)

Pagamento de 100% no ato da inscrição ou em duas prestações de 50%: a primeira aquando da inscrição e a segunda até uma semana antes da data de realização do curso. No caso de pretender sugerir um plano de pagamento alternativo, envie-nos um email para info@formaterapia.com.

 

O critério de seleção dos candidatos é a ordem de receção das inscrições.

A sua inscrição só será válida se nos enviar o comprovativo de pagamento e a cédula profissional/diploma de curso.

No caso de desistência, o valor pago apenas será reembolsado no caso da vaga ser preenchida.

A Formaterapia reserva-se o direito de cancelar o curso no caso de não obter um número mínimo de inscrições.

A realização do curso será confirmada na semana seguinte à do termo do prazo de inscrições.

Política de Privacidade

Termos e Condições

Regulamento de Formação