FTR PED 11 WEBpng.png
cerebral palsy vardit formaterapia.png
3.png

INTRODUÇÃO

Curso pré-congresso do 4ª Congresso Bobath em Pediatria. Para obter mais informações sobre o congresso, por favor clique aqui.

Todas as oportunidades de exploração promovem o input sensorial, relativamente à variabilidade e tempo de informação, o que vai permitir a aprendizagem motora, ou seja, as diferentes possibilidades para as mudanças para que a criança ser capaz de selecionar e modificar ou adaptar a resposta ao ambiente e os diferentes contextos em que participa.

Nas crianças com lesão, estas possibilidades de mudanças são reduzidas, daí a necessidade de se fazer um raciocínio clínico profundo, e quais são os fatores fundamentais para que um terapeuta que pretenda trabalhar nesta área, especialmente quando temos diversas patologias associadas, encontre as estratégias adequadas. As crianças com menos vivências motoras, este conhecimento de si próprios está limitado e por vezes as oportunidades criadas e vivenciadas são escassas e pouco variadas, dificultando-lhes a interação e o conhecimento de si próprias, com recurso a poucas soluções para promover o seu desenvolvimento e resolução de problemas.

O controlo motor e mais especificamente o controlo postural existe sempre para que aconteça a função e atividade, assim pode-se dizer que é o background para a seletividade da função e não como elemento a adicionar a uma função.

Como ponto principal da intervenção  em Pediatria, é fundamental a concertação do trabalho de uma equipa interdisciplinar, por forma que a criança encontre as próprias soluções para os problemas, para ajustar e desenvolver o seu potencial em qualquer domínio, repercutindo-se numa integração das competências para um desenvolvimento mais harmonioso, permitindo que modifique e adeque as  interação, com o objetivo de poder participar com os seus pares no dia a dia em diferentes contextos. Compreender a relação entre os aspetos neuromotores, sistemas sensoriais, a biomecânica e cinesiológica do controle postural e do controle motor são necessários para garantir, a clinical reasoning e com regularidade fazer os updates necessários para determinar os objetivos para a criança e família. Compreender o processo de avaliação e observação no sentido de interpretar como ponto de partida, para ajustar e promover as futuras implicações e encontrar os diferentes caminhos possíveis para a organização do plano de intervenção.

Os conteúdos do curso foram planeados com o intuito de atualizar e aprimorar o raciocínio clínico mais aprofundado para que o terapeuta construa e compreenda o plano de intervenção ajustado a individualidade postural de cada criança.

CORPO DOCENTE

vardit_kindler-removebg-preview.png

VARDIT KINDLER

  • Licenciada em Terapia Ocupacional pela School of Occupational Therapy - Hadassah Hospital (Israel).

  • Mestre em Intervenção Precoce pela Hebrew University (Israel).

  • Diretora do Departamento de Terapia Ocupacional do Dvora Agmon Preschool Development Center (Israel).

  • Consultora na área de comunicação aumentativa do OMER - Israeli Evaluation Center for Assistive Technology (Israel).

  • Formadora Sénior do Conceito Bobath Pediátrico - Tratamento do Neurodesenvolvimento (European Bobath Tutors Association).

OBJETIVOS

 

O objetivo deste curso é ministrar conhecimentos atualizados sobre modelos de raciocínio clínico em crianças com paralisia cerebral, desenvolvendo competências ao nível de:

  • Reflexão no processo de aprendizagem da criança;

  • Reconhecimento dos processos de interação e comunicação;

  • Análise e interpretação dos diferentes aspetos do movimento e do controlo postural;

  • Compreensão dos mecanismos relacionados com a aprendizagem implícita e explícita;

  • Identificação de outcomes de intervenção e sua influência na participação.

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

  • Compreensão do processo de avaliação e análise de tarefas

  • O potencial de adaptabilidade das competências comunicativas

  • Relevância da informação recolhida, para o raciocínio clínico

  • Seleção das diferentes alternativas disponíveis para o ciclo de perceção- ação

  • Fatores sensório-percetivo -motores como estratégias para participação

  • Maximização dos efeitos da intervenção e personalização dos respetivos planos

DATAS E HORÁRIOS

 

18 de março de 2022

09h às 17h

DESTINATÁRIOS

Médicos, Fisioterapeutas, Terapeutas da Fala, Terapeutas Ocupacionais e alunos das áreas profissionais mencionadas.

VAGAS

 

40 vagas

IDIOMA

 

Inglês

LOCAL

Axis Vermar Conference & Beach Hotel

Rua da Imprensa Regional 90

4490-518 Póvoa de Varzim

INVESTIMENTO

CURSO PRÉ-CONGRESSO

Inscrições até 31 de janeiro de 2022: 100€ 

Inscrições entre 01 de fevereiro e 28 de fevereiro de 2022: 150€

CURSO PRÉ-CONGRESSO + 4º CONGRESSO BOBATH EM PEDIATRIA

Inscrições até 31 de janeiro de 2022: 180€ 

Inscrições entre 01 de fevereiro e 28 de fevereiro de 2022: 230

Para obter mais informações sobre o congresso, por favor clique aqui.

Inclui manual do curso, certificado DGERT e coffee breaks

Pagamento de 100% no ato da inscrição ou em duas prestações de 50%: a primeira aquando da inscrição e a segunda até uma semana antes da data de realização do curso. No caso de pretender sugerir um plano de pagamento alternativo, envie-nos um email para info@formaterapia.com.

 

NOTAS

 

  • O critério de seleção dos candidatos é a ordem de receção das inscrições.

  • A sua inscrição só será válida se nos enviar o comprovativo de pagamento e a cédula profissional/diploma de curso.

  • No caso de desistência, o valor pago apenas será reembolsado no caso da vaga ser preenchida.

  • A Formaterapia reserva-se o direito de cancelar o curso no caso de não obter um número mínimo de inscrições.

  • O local de realização do curso poderá ser alterado num raio de 15km. Os formandos serão notificados até uma semana antes da data de realização do curso.

  • A realização do curso será confirmada na semana seguinte à do termo do prazo de inscrições.

Dado o clima de instabilidade criado pela pandemia de Covid-19, a realização do curso dependerá, também, de:

  • Alterações das recomendações legais em Portugal (Direção Geral de Saúde, Direção Geral do Emprego e Relações do Trabalho ou outras) e no país de residência do(a) formador(a);

  • Motivos de força maior (cancelamento de voos ou doença do(a) formador(a), por exemplo).

Haverá a possibilidade de o curso ter que ser lecionado em regime de E-Learning (online, em live streaming) ou B-Learning, com componente online e presencial, de acordo com a legislação vigente na altura da realização do curso. 

Poderá haver alterações de horário, em função da legislação vigente na altura da realização do curso. 

Desaconselhamos a reserva de alojamento ou viagens sem possibilidade de reembolso. 

No caso de o curso ser reagendado, e de o aluno não demonstrar disponibilidade em frequentar o curso nas novas datas, o formando poderá optar por frequentar uma edição posterior do curso, manter o crédito para outra formação à sua escolha ou solicitar o reembolso total do montante pago. 

3.png