insc espera.png

O Conceito Bobath está inacabado, esperamos que continue a crescer e

desenvolver-se nos próximos anos” (K.Bobath, 1986). 

O Conceito Bobath, criado nos anos 50, tem sofrido uma constante evolução e atualização

perante nova evidência científica, bem como adaptação a novos paradigmas de

intervenção. 

Atualmente, o Conceito Bobath é definido como uma abordagem de resolução de

problemas envolvido na avaliação e tratamento de indivíduos com alterações de movimento 

e da função, devido a sequela de uma lesão do sistema nervoso central. 

Com o desenvolvimento da Neurociência, conjuntamente com a evidência da prática

clínica, os pressupostos teóricos do Conceito Bobath e a sua aplicação terapêutica têm-se

desenvolvido.

Os avanços científicos ao nível da neuroplasticidade apoiam a base inicial do Conceito Bobath, que sugere que o potencial de plasticidade é a base para a aquisição de competências e recuperação ao nível dos sistemas neural e muscular. O Conceito Bobath contemporâneo fornece uma base conceptual ao terapeuta, que lhe possibilita implementar um plano de intervenção individualizado. O objetivo essencial foca-se na promoção da eficiência do movimento para o utente atingir o seu potencial máximo, e não meramente a procura do movimento normal. 

Assim, o Conceito Bobath é uma abordagem holística, que sugere que o ambiente, o contexto e a especificidade da tarefa modulam o movimento, através de uma interligação entre os sistemas sensorial, cognitivo e motor. Deste modo, o seu objetivo essencial é otimizar a atividade e participação, e, consequentemente, melhorar a qualidade de vida do utente.

Em suma, atualmente, o Conceito Bobath assenta em teorias contemporâneas de controlo motor, plasticidade neuromuscular, biomecânica e aprendizagem motora. Fornece, assim, uma base para a interpretação da postura, análise do movimento funcional humano e recuperação de sequelas de lesões do sistema nervoso central.

MARGARET MAYSTON

  • Diploma em Fisioterapia pela Lincoln School of Health Science (Austrália).

  • Licenciada em Fisioterapia pela La Trobe University (Austrália).

  • Mestre em Human & Applied Physiology pela Kings College London (Reino Unido).

  • Doutorada e pós-doutorada em Neurofisiologia pela University College London (Reino Unido). 

  • Instrutora Sénior do Conceito Bobath desde 1981, tendo lecionado e apresentado comunicações em congressos internacionais, em diversos países em todo o mundo.

  • Exerceu funções no Royal Children's Hospital e no Bobath Centre London, de que foi diretora e onde é, atualmente, consultora clínica. Trabalhou diretamente com Karel e Bertha Bobath.

  • Professora Sénior no Departamento de Biociências da University College London (Reino Unido) e no Institute of Child Health (University College of London). 

  • Foi distinguida pela Chartered Society of Physiotherapy (Reino Unido) em 2007, pela Ordem da Austrália em 2009 e, em 2010, recebeu o prémio de "Australian Woman of the Year in the United Kingdom", como reconhecimento pelo seu trabalho com crianças com paralisia cerebral. 

  • Presidente da ACPIN (Association of Chartered Physiotherapists Interested in Neurology - Reino Unido). 

  • Autora de inúmeras palestras, comunicações, capítulos de livros e artigos científicos em revistas indexadas (ver lista aqui).

Este curso focar-se-á em modelos atuais de prática clínica na área da Fisioterapia em condições pediátricas, que incorporam o Conceito Bobath enquadrado numa perspetiva contemporânea e científica. 

No final do curso, os formandos terão desenvolvido as seguintes competências:

  • Identificar o processo de evolução do Conceito Bobath em Pediatria.

  • Relacionar o processo de evolução científica com os princípios básicos de avaliação e intervenção segundo o Conceito Bobath em Pediatria.

  • Identificar a importância do desenvolvimento típico como base para a intervenção segundo o Conceito Bobath.

  • Relacionar o Conceito Bobath com os avanços científicos na área da Neurociência.

  • O Conceito Bobath em pediatria– evolução histórica e atualidade

  • Princípios de intervenção segundo o Conceito Bobath em pediatria

  • O Conceito Bobath na atualidade e a sua relação com o conhecimento científico 

  • O controlo motor e a aprendizagem motora no desenvolvimento típico

  • Fisiopatologia da espasticidade

11 de outubro de 2019

09h às 17h

Médicos, Terapeutas da Fala, Terapeutas Ocupacionais, Fisioterapeutas e estudantes das áreas mencionadas.

Inglês

25 vagas

Centro de Cultura e Congressos da Secção Regional Norte da Ordem dos Médicos

Rua Delfim Maia, 405

4200-256 Porto

INSCRIÇÕES ATÉ 10 JULHO: 100€

INSCRIÇÕES ENTRE 11 JULHO E 14 SETEMBRO: 120€
(inclui manual do curso, coffee brak e certificado DGERT)

Pagamento de 100% no ato da inscrição ou em duas prestações de 50%: a primeira aquando da inscrição e a segunda até uma semana antes da data de realização do curso. No caso de pretender sugerir um plano de pagamento alternativo, envie-nos um email para info@formaterapia.com.

 

O critério de seleção dos candidatos é a ordem de receção das inscrições.

A sua inscrição só será válida se nos enviar o comprovativo de pagamento e a cédula profissional/diploma de curso.

No caso de desistência, o valor pago apenas será reembolsado no caso da vaga ser preenchida.

A Formaterapia reserva-se o direito de cancelar o curso no caso de não obter um número mínimo de inscrições.

A realização do curso será confirmada na semana seguinte à do termo do prazo de inscrições.

insc espera.png

Política de Privacidade

Termos e Condições

Regulamento de Formação